Bem-vindos, amigos visitantes!


A finalidade do blog SURDO HK é divulgar o trabalho de ensino especializado e os projetos desenvolvidos por profissionais que atuam na Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Helen Keller - EMEBS HK - São Paulo - Brasil.

Municipal Deaf Bilingual School Helen Keller – EMEBS Helen Keller – located in São Paulo City, SP, Braz

SOBRE NÓS...

Nossa história começou em 13 de outubro de 1952, a primeira escola pública de São Paulo a atender crianças surdas. Começamos em Santana, mudamos para o Ipiranga e nos estabelecemos no bairro da Aclimação em 1956.
Nestes 64 anos, presenciamos as transformações educacionais, linguísticas e culturais da Comunidade Surda Nacional, percorremos sua história, do oralismo ao bilinguismo.
Protagonizamos movimentos em defesa da educação para surdos, vivenciamos suas lutas e vitórias.
HISTORICAMENTE, a EMEBS HK transcende o Educacional, é um ESPAÇO SURDO legitimado pela comunidade surda e lideranças nacionais, palco de importantes eventos, discussões e deliberações políticas pelos DIREITOS DOS SURDOS.
Com o Decreto nº 52.785 de 10 de novembro de 2011, passamos de Escola de Educação Especial para ESCOLA DE EDUCAÇÃO BILÍNGUE PARA SURDOS e sobre esta concepção de ensino, a nota técnica nº10 do Programa Mais Educação de São Paulo, AFIRMA QUE... "reconhece o direito dos Surdos a uma educação bilíngue que respeite sua identidade e cultura, na qual a LIBRAS é a primeira Língua e, portanto, língua de instrução, e a Língua Portuguesa é a segunda, sendo objeto de ensino da escola na modalidade escrita."
O atendimento especializado foi ampliado sob a luz de novas legislações e hoje a EMEBS Helen Keller é uma escola voltada para educação de crianças, jovens e adultos com surdez, com surdez associada a outras deficiências, limitações, condições ou disfunções e surdocegueira.

Há pouco tempo, muitos destes alunos estavam em suas casas, excluídos do convívio educacional, e foi com muita coragem, empenho e disposição para estudos e pesquisas, que os professores da HK se especializaram ainda mais e assumiram a tarefa de receber esta demanda nas salas de surdos. É um trabalho diferenciado, pois as atividades são pensadas e planejadas individualmente; há uma ampla troca de experiências entre os professores e o compromisso em adaptar as atividades de acordo com as potencialidades e habilidades de cada aluno. As limitações não constituem uma barreira, mas um DESAFIO a ser superado!

9 de fev de 2010

UM EMAIL MUITO ESPECIAL!!!


Este email foi enviado para a nossa diretora Mônica Amoroso, pela mãe de um novo aluno.
São estes episódios que fazem nosso trabalho valer a pena! E nos emociona...

Cara Mônica,

Apesar das dificuldades em financiar os estudos e o tratamento do João Vitor, nunca havia pensado em colocá-lo em uma escola pública. Confesso que quando, por indicação da Marcia Storino do Grupo Brasil, fui conhecer o Hellen Keller estava bastante temerosa. Como seriam os profissionais? As instalações? A acessibilidade? E principalmente como seríamos recebidos: "Em que série ele está?" ,"Mas ele não anda?" ," Não come sozinho?" ,"Não vai ao banheiro sozinho?"

Ao contrário de tudo que eu imaginava, desde a secretaria, e por todos os lugares que fomos passando em nossa primeira visita, só vimos sorrisos no rosto dos funcionários e dos alunos. Um lugar lindo, arborizado, limpo e arrumado. A cada pessoa ou lugar que conhecíamos crescia a sensação de que estávamos em um lugar especial. onde as pessoas trabalham felizes e motivadas .

Depois viemos para a entrevista com a Maria Inês e em algumas manhãs para a adaptação. Continuei me surpreendendo. Agora com o talento, a competência e a dedicação que todos parecem ter em suas funções. Foram tantas coisas que presenciei em tão pouco tempo: as apresentações de teatro , a aula de informática, a exposição dos acrósticos, a aula sobre Aids e DST para uma turma de adolecentes, a montagem da Árvore de Natal, o pessoal do Eja montando suas lindas guirlandas e enfeites de Natal com a prof. Marly... Nunca vou me esquecer da alegria com que as professoras Monica e a Magali vierem me dizer : "Ele sabe ler! Ele sabe ler!" Só que tem muito amor pelo seu trabalho pode se entusiasmar tanto frente a novos desafios!

Parabéns pela sua equipe e muito obrigada a todos por terem nos acolhido.

Boas Festas e que Deus abençoe muito todos vocês e suas famílias!

Cláudia Berbel Custódio

Um comentário:

Ana Claudia disse...

A leitura desse e-mail na última reunião pedagógica foi um momento muito emocionante, realmente estou no lugar certo, sim é isso que quero fazer.... Quando escolhi trabalhar com surdos tinha certeza que minha vida teria um sentido muito maior e que bom é poder fazer a diferença na vida de alguém obrigada Cláudia