Bem-vindos, amigos visitantes!


A finalidade do blog SURDO HK é divulgar o trabalho de ensino especializado e os projetos desenvolvidos por profissionais que atuam na Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Helen Keller - EMEBS HK - São Paulo - Brasil.

Municipal Deaf Bilingual School Helen Keller – EMEBS Helen Keller – located in São Paulo City, SP, Braz

SOBRE NÓS...

Nossa história começou em 13 de outubro de 1952, a primeira escola pública de São Paulo a atender crianças surdas. Começamos em Santana, mudamos para o Ipiranga e nos estabelecemos no bairro da Aclimação em 1956.
Nestes 64 anos, presenciamos as transformações educacionais, linguísticas e culturais da Comunidade Surda Nacional, percorremos sua história, do oralismo ao bilinguismo.
Protagonizamos movimentos em defesa da educação para surdos, vivenciamos suas lutas e vitórias.
HISTORICAMENTE, a EMEBS HK transcende o Educacional, é um ESPAÇO SURDO legitimado pela comunidade surda e lideranças nacionais, palco de importantes eventos, discussões e deliberações políticas pelos DIREITOS DOS SURDOS.
Com o Decreto nº 52.785 de 10 de novembro de 2011, passamos de Escola de Educação Especial para ESCOLA DE EDUCAÇÃO BILÍNGUE PARA SURDOS e sobre esta concepção de ensino, a nota técnica nº10 do Programa Mais Educação de São Paulo, AFIRMA QUE... "reconhece o direito dos Surdos a uma educação bilíngue que respeite sua identidade e cultura, na qual a LIBRAS é a primeira Língua e, portanto, língua de instrução, e a Língua Portuguesa é a segunda, sendo objeto de ensino da escola na modalidade escrita."
O atendimento especializado foi ampliado sob a luz de novas legislações e hoje a EMEBS Helen Keller é uma escola voltada para educação de crianças, jovens e adultos com surdez, com surdez associada a outras deficiências, limitações, condições ou disfunções e surdocegueira.

Há pouco tempo, muitos destes alunos estavam em suas casas, excluídos do convívio educacional, e foi com muita coragem, empenho e disposição para estudos e pesquisas, que os professores da HK se especializaram ainda mais e assumiram a tarefa de receber esta demanda nas salas de surdos. É um trabalho diferenciado, pois as atividades são pensadas e planejadas individualmente; há uma ampla troca de experiências entre os professores e o compromisso em adaptar as atividades de acordo com as potencialidades e habilidades de cada aluno. As limitações não constituem uma barreira, mas um DESAFIO a ser superado!

1 de mar de 2015

EMEBS HK participa de encontro com Secretário de Educação Gabriel Chalita

Dia 24 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Educação (SME) promoveu um encontro do Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita, com pais, alunos e professores ligados à Diretoria Regional de Educação (DRE) Ipiranga. O evento aconteceu no Teatro João Caetano, na Vila Clementino,
 zona Sul da cidade.

Para representar a EMEBS HELEN KELLER, participaram da reunião o Prof. Neivaldo Zovico, Surdo, a Profa. Luciana Paz, Tradutora e Intérprete de Libras, o aluno Matheus Schineider, do 9º Ano e membro do Grêmio Estudantil HK, as Coordenadoras Pedagógicas Marli e Alessandra, a Assistente de Direção Vera Rodrigues, além de uma mãe de aluno.
O Secretário de Educação ouviu a comunidade escolar e suas diferentes demandas.

O Prof. Neivaldo aproveitou a oportunidade para expor parte da nossa realidade e deixou claro a necessidade da visita do Secretário, para uma melhor visão de como se processa a educação bilíngue na EMEBS. O Prof. ressaltou a importância de um ambiente rico em Libras, como da EMEBS, para o surdo adquirir sua língua natural e o português escrito. Com seus pares na escola, seu direito à comunicação é assegurado e o surdo tem a chance de desenvolver a auto-estima, trocar ideias e experiências, construir sua identidade e preparar-se para a aprendizagem de múltiplos conhecimentos. 
Esclareceu ainda, que o processo de desenvolvimento cognitivo do surdo, se dá por meio visual e todos professores que atuam na EMEBS possuem formação específica linguística e pedagógica para atuar com esta demanda.
Também solicitou a abertura de concurso para professores Surdos, pois estes serão uma referência para que o aluno acredite no seu potencial e desenvolva suas capacidades e habilidades.

A Profa. Luciana Paz, reforçou a mensagem do Prof. Neivaldo sobre a especificidade do trabalho realizado na EMEBS e quanto a necessidade de formação diferenciada dos profissionais. 
O aluno Matheus, relatou as barreiras encontradas no transporte escolar para os alunos e seus familiares, que fazem opção por estudar na EMEBS Helen Keller, e a necessidade de horários alternativos de transporte, para que possam ter a oportunidade de participar das aulas de recuperação paralela. Pediu, também, o retorno de investimento em atividades esportivas e culturais como o  Festival de Desportivo e Cultural de Surdos das escolas de São Paulo. Por fim, o aluno cobrou o direito à acessibilidade em Libras nos museus e espaços culturais durante visitas programadas com os alunos surdos.


A comunicação foi possível aos surdos Prof. Neivaldo e aluno Matheus, graças à intermediação da Profa. Luciana Paz, que foi como participante do evento, mas precisou realizar um trabalho "voluntário e emergencial" de Tradutora e Intérprete de Libras, por conta da ausência de um profissional no local.

FOTOS DE SME/PMSP

Nenhum comentário: